Agenda Mapa Email Fone WhatsApp
Edison Pedrinha de Almeida - Doctoralia.com.br

7 outubro, 2020

AUTOEXAME DAS MAMAS







Toda mulher deve fazer o autoexame das mamas e axilas mensalmente.


Para mulheres que menstruam, o ideal é que seja feito 7 dias após a menstruação.

Mulheres menopausadas devem escolher uma data fixa para fazê-lo.


Inspeção visual e palpação são medidas simples e que podem auxiliar no diagnóstico precoce das doenças da mama.


É bom lembrar que nem toda alteração percebida é necessariamente algo grave, mas sempre deve ser avaliada por um profissional..


Caso perceba alguma anormalidade no autoexame, agende uma avaliação com seu médico.


 

16 setembro, 2020

Você sabe escolher o sutiã certo para você?

Veja algumas dicas para evitar dor nas mamas, ombros, pescoço e costas.



 

Existe parto normal sem dor?

8 dezembro, 2019

Parto normal precisa obrigatoriamente ser doloroso?


Essa é uma pergunta recorrente no consultório do obstetra.

Ainda hoje muitas pessoas desconhecem a analgesia de parto e seus benefícios para a futura mamãe.


Existem diversas formas de diminuir a dor durante o trabalho de parto e parto, desde medidas simples como massagens e banhos mornos até a analgesia propriamente dita.


Atualmente utilizamos a RAQUIANESTESIA ou a PERIDURAL, podendo ainda combinar as duas técnicas dependendo do caso.


Em qualquer que seja a técnica aplicada, procuramos sempre manter o equilíbrio entre a melhora da dor e a manutenção da capacidade da parturiente colaborar no parto e fazer força.


A indicação anestésica no momento correto do trabalho de parto é individualizada caso a caso e traz maior conforto para a gestante.


Existem algumas dúvidas mais frequentes:


  • Apesar da via ser a mesma, a anestesia é diferente da feita para a cesárea, já que precisamos dos músculos do abdome "funcionando" para o parto normal. Na cesárea buscamos o relaxamento completo dessa musculatura.
  • A anestesia não passa para o bebê, uma vez que é uma anestesia regional.
  • O procedimento não atrapalha o trabalho de parto, podendo até ajudar, já que a paciente mais relaxada e sem dor consegue cooperar muito mais.
  • O efeito passa bem rápido, normalmente em cerca de uma hora.
  • O momento de realização da analgesia é individualizado para cada caso, dependendo principalmente da tolerância da paciente à dor das contrações.


Converse com seu obstetra e esclareça suas dúvidas durante o pré natal.

Tem uma dúvida sobre o assunto que não foi respondida aqui?

contato@drpedrinha.com.br

Envie um e-mail.